Brasil desrespeitou Convenção de Haia no caso Sean Goldman

Artigo de autoria da advogada Ivone Zeger para o Consultor Jurídico.

Esse assunto é sempre muito atual, porque muitas crianças se encontram hoje no Brasil ilegalmente (quando um dos cônjuges é brasileiro e o outro é estrangeiro) e o Poder Judiciário do Brasil vem desrespeitando a Convenção de Haia.

O caso do menino Sean Goldman, devolvido a seu pai americano, David Goldman em 2009, despertou paixões e muita polêmica. Contudo, parece-me ser um serviço de utilidade pública rever o assunto à luz da Convenção de Haia sobre os aspectos civis do sequestro de menores. Embora tenha sido incessantemente citada e invocada ao longo de todo o processo relativo ao menino, a Convenção foi alvo de interpretações esdrúxulas e distorções que contribuíram para prestar um desfavor à população… (CONJUR)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s