Brasil autoriza laboratórios estrangeiros a fazer análise da classe do trigo importado

Brazil authorizes foreign laboratories to do analysis of imported wheat class

Para ter AGILIDADE no procedimento de importação do trigo

Para dar agilidade na análise da classe do trigo, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) editou a Instrução Normativa (IN) 23, assinada pelo ministro Blairo Maggi. A nova regra vai permitir que laboratórios oficiais ou privados, credenciados pelo Mapa, ou laboratórios estrangeiros reconhecidos pelo ministério, façam essa análise do cereal. A medida atende a uma reivindicação do setor produtivo.

No caso dos laboratórios estrangeiros, as embaixadas devem solicitar ao Mapa o seu reconhecimento. Os primeiros países que deverão se habilitar à análise de classe são a Argentina, o Canadá e os Estados Unidos, tradicionais fornecedores de trigo ao Brasil… (MAPA)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s