ONU pede julgamento por genocídio de rohingyas em Myanmar

Precisam ser julgados, segundo a ONU. Aguardamos esses julgamentos.

“A Organização das Nações Unidas (ONU) concluiu que os líderes militares de Myanmar tiveram “intenção genocida” contra a minoria muçulmana rohingya e que devem ser julgados por crimes de guerra, contra a humanidade e genocídio.

A conclusão sobre o conflito em Myanmar foi divulgada nessa segunda-feira (27/08), em um relatório do Conselho para os Direitos Humanos das Nações Unidas, criado em março de 2017.

Segundo a ONU, o comandante em chefe de Myanmar, Min Aung Hlaing, e cinco militares de alto escalão precisam ser julgados pelos assassinatos da minoria muçulmana no país.

De acordo com a entidade, a líder política Aung San Suu Kyi também “não usou sua posição de chefe do governo, nem sua autoridade moral, para impedir os eventos em curso no estado de Rakhine” contra os rohingya. .. “

Para ler a notícia completa acesse OPERA MUNDI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s