Dinheiro público mal gasto na América Latina bastaria para acabar com a extrema pobreza

Temos muito que aprender sobre Administração Pública eficiente na América Latina. Não podemos permitir corrupção, dinheiro público mal gasto. Precisamos de legislações muito eficientes e detalhistas em relação ao dinheiro público. Nossas Autoridades políticas só podem fazer o que estiver determinado conforme Lei Federal, Estadual ou Municipal.

Nossos órgãos públicos e demais entidades de Administração Pública precisam de gestores eficazes, planejamento de gastos eficientes.

O desperdício de dinheiro é enorme em todos os países.

“A cada ano, a ineficiência do gasto dos Governos da América Latina e do Caribe gera um desperdício total de 220 bilhões de dólares (cerca de 891 bilhões de reais), equivalente a 4,4% do PIB. “Esse montante, bem investido, seria suficiente para acabar com a pobreza extrema na região”, diz Alejandro Izquierdo, economista-chefe do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A instituição acaba de publicar um estudo de mais de 400 páginas em que analisa os orçamentos dos países da região e seu potencial de melhoria. A principal conclusão: em tempos de restrições orçamentárias, em que a margem fiscal é pequena, se pode (e se deve) fazer mais com menos. Se o gasto público não for bem feito, o futuro dos latino-americanos será comprometido…”

Para ler a notícia completa acesse  EL PAÍS 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s