Vaga para advogado: Direito Comercial. Belo Horizonte- fluente em italiano

Boa noite Seguidores,

Escritório de Advocacia situado em Belo Horizonte está em busca de advogado com experiência em Direito Internacional e fluente em italiano.

Quem tiver interesse favor enviar currículo para anainternationallawyer@gmail.com

 

 

O que a Rússia exporta além de petróleo e gás

Achei muito importante esse artigo de Oleg Egorov para a Russia Beyond (antiga Gazeta Russa). Um guia muito interessante para estudantes de comércio exterior do Brasil e da América Latina. E também para aqueles exportadores que tenham interesse no mercado Russo.

Há mais de uma década que o governo russo tem procurado diversificar as exportações do país para acabar com a dependência em relação ao petróleo e ao gás. Embora essas commodities continuem representando mais da metade das vendas internacionais, outros produtos russos – de carros a trigo – cresceram em demanda.

O imperador Aleksandr 3º, que reinou de 1881 a 1894, disse, certa vez, que “a Rússia tem apenas dois aliados: seu Exército e sua Marinha”. Essa frase se tornou uma espécie de mote e deu origem a inúmeras variações humorísticas inspiradas conforme a realidade. Em uma das versões mais populares atualmente, os dois únicos aliados da Rússia são o petróleo e o gás – as duas principais fontes de renda no exterior.

De acordo com dados de 2016 do Centro de Exportações da Rússia (REC, na sigla em russo), os hidrocarbonetos desempenham um papel importante nas exportações do país. Os combustíveis e produtos energéticos (ou seja, o petróleo, o gás e os produtos resultantes do processamento) representaram 62% das exportações russas no ano passado. Para se ter ideia, da receita total de exportações em 2016 (US$ 285 bilhões), o país obteve US$ 176 bilhões apenas com a venda de hidrocarbonetos.

Petróleo e gás: benção ou maldição?

O petróleo e o gás compõem as principais exportações da Rússia há décadas, e a razão para tal é lógica: o país dispõe das maiores reservas de gás natural do mundo (24% das reservas globais) e da sexta maior reserva de petróleo (6,1% das reservas globais). No entanto, a extrema dependência do petróleo e do gás cria problemas para Moscou… (Russia Beyond)