Entra em operação parque de geração de energia solar na Bahia — Atitude Orgânica

O Brasil precisa de investimentos como esse:

É motivo para ser comemorado ! O Brasil tem incidência direta de tanto sol ! Dias solares são comuns em todo território brasileiro. A energia solar é limpa e renovável ! Nós apoiamos atitudes como essa ! 🙂 O parque solar Lapa, considerado o maior parque solar fotovoltaico em operação no Brasil, entrou em operação […]

via Entra em operação parque de geração de energia solar na Bahia — Atitude Orgânica

Brasil e China lançam fundo de investimento de US$ 20 bilhões

Para os projetos considerados de comum interesse entre esses dois países !

Por aqui são Portos e logística (ferrovias?) O que mais?

O Brasil e a China irão anunciar, na terça-feira (30) a criação de um fundo de investimento para obras de infraestrutura, com aporte de US$ 20 bilhões. O objetivo é o financiamento de projetos considerados de comum interesse para os dois países. O fundo deve começar a operar em junho. As informações são do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

A criação do fundo conjunto para projetos de infraestrutura é discutida desde 2015. O lançamento oficial ocorrerá durante o Fórum de Investimentos Brasil 2017, evento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) realizado em São Paulo, na terça e quarta-feira (31).

EBC

Brasil e Emirados Árabes Unidos negociam Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos

O Brasil precisa de muitos investimentos em vários setores

Brasília (17 de maio) – O ministro Marcos Pereira e a embaixadora dos Emirados Árabes Unidos (EAU) no Brasil, Hafsa Abdula Al Ulama, se reuniram nesta quarta-feira, no MDIC, em Brasília, para discutir formas de ampliar investimentos e o comércio bilateral.

Na audiência com o ministro, a embaixadora afirmou que há interesse dos Emirados Árabes Unidos em firmar com o Brasil um Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos (ACFI). Marcos Pereira mostrou disposição em continuar a negociação para a assinatura do acordo, já assinado com outros oito países, e lembrou que existem grandes investimentos dos Emirados Árabes no Brasil.

Além disso, o ministro afirmou que o intercâmbio comercial tem potencial de crescimento e indicou as Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) como potenciais áreas de interesse para novos investimentos dos EAU no Brasil para empresas que queiram produzir e exportar para o Mercosul e região.  Por fim, a embaixadora reforçou o convite para que o ministro participe da Expo 2020, que será realizada em Dubai… (MDIC)

Rede Nacional de Informações sobre o Investimento lança o Guia dos Estados

Important guide to help foreigners and brazilians interested in investing in the Brazilian states

Brasília (10 de maio) – A Rede Nacional de Informações sobre o Investimento (Renai) lançou nesta quarta-feira em seu portal o Guia dos Estados Brasileiros. A publicação reúne informações sobre os setores mais competitivos de cada Estado para a atração de investimentos produtivos.

O Guia dos Estados envolveu um esforço da equipe gestora da Rede no MDIC e de seus representantes nos governos estaduais. Além de informações sobre os setores mais competitivos de cada Estado, é possível encontrar dados gerais sobre indústria, infraestrutura, PIB e demais informações padronizadas e de fontes oficiais que possam ser importantes para investidores.

A publicação pode ser encontrada tanto em português quanto em inglês no site: http://investimentos.mdic.gov.br/regioes/index/

MDIC

Bolivia y Uruguay concretan el acuerdo del tren bioceánico y Brasil se suma en mayo

Bolívia e Uruguai materializam acordo do trem bioceânico e o Brasil se agrega em maio

Uruguay oficializará este jueves su incorporación al proyecto del Corredor Ferroviario Bioceánico de Integración (CFBI) con la firma de un memorando de entendimiento con Bolivia, que es el principal impulsar del megaproyecto que ya suma a Perú y Paraguay. Con Brasil, otro socio importante se firmará el mismo documento en mayo.

“Mañana, a las 16.00, está confirmada la firma del memorando de entendimiento con el Ministro de Transportes de Uruguay, con él se suman cuatro países, Brasil está pendiente hasta el 10 de mayo que vamos a estar en Brasil con el Ministro de Transportes y será la ocasión para que podamos firmar el memorando”, desveló ayer el ministro de Obras Públicas, Milton Claros.

La autoridad viajó la tarde de este miércoles a Montevideo para rubricar el acuerdo. En noviembre de 2016, Perú formalizó su participación, luego le siguió Paraguay en enero de este año, que propuso un ramal de la vía ferroviaria para llegar al Atlántico a través de la Hidrovía Paraguay-Paraná… (NODAL)

Mercosul assina acordo inédito para incentivar investimentos dentro do bloco

Que o Bloco receba muitos investimentos !

Buenos Aires ( 7 de abril) – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e o chanceler brasileiro, Aloysio Nunes, assinaram hoje, em Buenos Aires, o Protocolo de Cooperação e Facilitação de Investimentos (PCFI) entre os países do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai). O movimento representa de forma concreta a “oxigenação” do bloco sul-americano depois de anos de apatia.

O documento inédito tem como base o modelo brasileiro de Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos (ACFI), já assinado pelo Brasil com nove países, numa abordagem pioneira focada no conceito de facilitação do fluxo de capitais, mitigação de riscos e na prevenção das controvérsias.

“Concluímos, nos últimos dois anos, ACFIs bilaterais com quatro parceiros da Aliança do Pacifico – México, Chile, Peru e Colômbia. Agora, com a assinatura do protocolo com o Mercosul, o Brasil amplia ainda mais a segurança jurídica para realização de nossos investimentos na região, bem como aprimora o ambiente para atrair novos investimentos ao Brasil, com geração de emprego e renda”, destacou o ministro.

Marcos Pereira ressaltou, ainda, que, depois de anos de desencontros, os líderes do Mercosul convergem acerca dos mesmos ideais de modernização e fortalecimento do bloco, ao estabelecerem agenda comum para uma inserção mais agressiva das economias dos sócios no mercado global. “Discutimos, também esta semana, temas importantes para o alcance desse objetivo”, ressaltou, destacando sua agenda durante o Fórum Econômico Mundial para a América Latina… (MDIC)

Brasil ocupa penúltimo lugar em competitividade em ranking da CNI

O Brasil tem que melhorar muito em números.

O Brasil ocupa o penúltimo lugar na classificação geral de competitividade em um ranking de 18 países, à frente somente da Argentina. O resultado está no estudo Competitividade Brasil, divulgado hoje (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para determinar a competitividade, foram levados em conta nove fatores, entre eles, infraestrutura e logística, disponibilidade e custo da mão de obra e do capital, ambiente macroeconômico, peso dos tributos e educação.

O ano de referência da pesquisa é 2016. Segundo a CNI, os países incluídos no estudo foram escolhidos em função de suas características econômicas, sociais e da natureza de sua participação no mercado internacional. Esta é a quinta edição do relatório, publicado pela primeira vez em 2010.

AGÊNCIA BRASIL

BNDES volta a financiar projetos de exportação de serviços de engenharia

Financiar empréstimo para empresa investigada na Operação Lavajato em outro país !

Finance loan for company investigated in Operação Lavajato in another country!

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltou a financiar exportações de serviços de engenharia depois de uma interrupção de oito meses. O financiamento será concedido à Construtora Queiroz Galvão, empresa investigada pela Operação Lava Jato.

O banco desembolsará 145 milhões de dólares (cerca de R$ 470 milhões) para a construção do corredor logístico que liga Puente San Juan I a Goascorán, em Honduras. O valor do empréstimo do BNDES equivale a 66% do valor total da obra.

De acordo com o BNDES, a Queiroz Galvão e o governo de Honduras se comprometem a cumprir a finalidade da aplicação dos recursos financiados. Os critérios levam em consideração consultas à Advocacia Geral da União (AGU) e aos demais órgãos do sistema de apoio oficial às exportações.

AGÊNCIA BRASIL 

Temer anuncia concessões de aeroportos, rodovias, ferrovias e campos de petróleo

Temer (Brazil President)  announces airport concessions, highways, railways and oil fields

O Brasil precisa receber muitos bilhões de dólares em investimento em infraestrutura para iniciar o crescimento econômico. Não falta por aqui setores para investir ! Muito pelo contrário, esse país precisa de tudo !

O governo federal divulgou hoje (13) a lista dos primeiros projetos que serão concedidos à iniciativa privada, por meio do programa Crescer. Os integrantes do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) estão reunidos neste momento, no Palácio do Planalto, para definir as prioridades de concessões na área de infraestrutura, mudanças regulatórias e venda de ativos.

Os primeiros projetos a sair do papel deverão ser as concessões dos aeroportos de Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza, que terão edital publicado no quarto trimestre deste ano e leilão no primeiro trimestre do ano que vem. Também está previsto para este ano o edital para a concessão dos terminais de combustíveis de Santarém (PA) e do terminal de trigo do Rio de Janeiro… (AGÊNCIA BRASIL)

Catalogue launched in Rio presents investment opportunities in Brazil

O Brasil deve manter sempre uma grande lista, atualizada, contendo todos os setores públicos e privados que precisam de investimento.

Rio de Janeiro (9 de agosto) – O secretário-executivo do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Fernando Furlan, afirmou nesta terça-feira, durante o lançamento da 5ª Edição do Catálogo de Oportunidades de Investimento no Brasil, que a iniciativa apoia o ciclo de retomada do crescimento econômico. “O Brasil quer mostrar que é tão competitivo nos esportes quanto nos negócios. Os Jogos Olímpicos são uma grande oportunidade de mostrar ao mundo as oportunidades de investimento no país”, disse.

Com informações sistematizadas sobre oportunidades para investidores estrangeiros e domésticos, o Guia apresenta 149 projetos nas esferas estadual e federal, que totalizam mais de US$ 47 bilhões. “A consolidação das informações vai auxiliar a divulgação e permitir ao investidor analisar os projetos amplamente”, destacou Furlan, no lançamento do catálogo, realizado em evento na Casa Brasil, no Rio.

O catálogo coloca em evidência setores como geração e transmissão de energia, rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, telecomunicações, mobilidade urbana, construção, turismo, entre outros. Furlan disse, ainda, que o Brasil atravessa um momento econômico desafiador e que o cenário de restrição fiscal surge também como limitador dos instrumentos tradicionais de incentivo ao desenvolvimento produtivo…..

O Guia de Oportunidades será distribuído nas embaixadas brasileiras no exterior e pode ser acessado pelo site:http://investimentos.mdic.gov.br/conteudo/index/item/453