Honestidade nas negociações internacionais

O Brasil é conhecido internacionalmente pela diversidade de produtos exportados. Nos últimos anos a crise internacional tem atrapalhado bastante e os números têm decepcionado. Inúmeros esforços estão sendo feitos, tanto pelo Governo do Brasil, quanto  por empresas exportadoras e demais prestadores de serviço da área do comércio exterior do Brasil. Mas é importante lembrar que ser honesto durante uma compra e venda internacional de mercadoras é BÁSICO, é fundamental.

Mas muitas empresas exportadoras continuam descumprindo um importante princípio consagrado internacionalmente e incorporado no ordenamento jurídico brasileiro: o princípio da boa- fé objetiva (good faith), boa- fé lealdade ou boa- fé confiança. Impõe aos contratantes o dever de agir com lealdade, com transparência durante as negociações para se fazer um contrato, durante o contrato e pós- contrato, na sua fase de execução.

O descumprimento de qualquer contrato, por agir contrário à boa-fé objetiva, poderá acarretar muitos danos financeiros, de imagem no mercado internacional.

Fica a dica !

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *