A suspensão foi feita pelo Brasil que está aguardando manifestação da China.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse hoje (4) que o governo brasileiro já entregou à Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) os documentos necessários para reverter a suspensão temporária – adotada pelo Brasil, em cumprimento a um protocolo assinado em 2015 pelos dois países  – da exportação de carne bovina para a China.

A suspensão temporária de certificados sanitários para a exportação de carne para a China foi confirmada ontem (3) pelo ministério, após a notificação de ocorrência de um caso de mal da vaca louca (Encefalopatia Espongiforme Bovina) no Mato Grosso”…

Para ler a notícia completa acesse AGÊNCIA BRASIL