Categoria: Comércio Exterior Page 1 of 193

Programa de Facilitação do Comércio Exterior no Brasil: ecommerce para exportação

eCommerce Institute | De Latinoamérica al Mundo

Olá Pessoal, tudo bem?

Bom dia não é apropriado, afinal seguidores em vários países, não é mesmo?

Gratidão sempre por todos vocês!

Finalmente, chegou a hora de executar o planejamento que tenho para a advocacia e o comércio exterior.

Esse programa vi divulgado no grupo Mulheres no Comex de MG (via whatsapp) e abri. Fiquei feliz demais Mulheres!

Super interessante a programação para empresas pequenas lideradas por mulheres e por outros grupos minoritários.

Quem tiver interesse acesse ECOMMERCE PARA EXPORTAÇÃO

Brasil registra queda de 1,5% no PIB do primeiro trimestre devido à pandemia

Era de se esperar essa queda brusca na economia. Mas crise política, econômica e pandemia é muito, né Brasil?

” O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE) registrou redução de 1,5% no crescimento econômico nos primeiros três meses deste ano comparado ao mesmo período de 2019, já com o ajuste sazonal. A queda do Produto Interno Bruto (PIB) reflete o impacto da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19) na atividade econômica brasileira. Os números divulgados nesta sexta-feira (29/5) foram discutidos pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia (SPE/ME), que divulgou nota informativa analisando o resultado do PIB.”

ECONOMIA

Mais tecnologia para o comércio exterior brasileiro: Integra Comex

"Tempo é dinheiro em qualquer lugar do mundo, ainda mais no comércio exterior, que envolve a troca de grandes volumes financeiros e de carga entre os países. E foi exatamente pensando em oferecer mais agilidade a este setor que o Serpro desenvolveu e disponibilizou no mercado o Integra Comex. Voltada para operadores portuários, como transportadoras, depositários e consignatários, a solução organiza e disponibiliza informações em tempo real sobre as operações de importação de mercadorias em seus respectivos contratos."

É com certeza uma grande notícia para o ano de 2020, não é mesmo?
Precisamos muito otimizar o comércio exterior brasileiro porque é ágil.
A agilidade é princípio norteador. As trocas de mercadorias e serviços são bem rápidas. 

Por isso mesmo indico os métodos extrajudiciais de soluções de conflitos tais como a Arbitragem para os contratos internacionais de comércio exterior. 

Decreto amplia lista de produtos médico- hospitalares com IPI zerado

Você encontra o texto oficial do Decreto 10.302/2020 aqui  

MINISTÉRIO DA ECONOMIA

“Foi publicado hoje (1/4), em edição extra do Diário Oficial da União, o Decreto 10.302/2020, que zera até 30 de setembro as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de artigos de laboratório ou de farmácia, luvas e termômetros clínicos.

*A medida emergencial amplia a lista de itens com IPI reduzido previstos no Decreto 10.285/2020, do último dia 20 de março, e tem por objetivo a redução do custo tributário de produtos utilizados na prevenção e tratamento do coronavírus.

O decreto prevê que as alíquotas do IPI serão restabelecidas em 1º de outubro de 2020. Esse prazo foi adotado para que as reduções de alíquotas do IPI ficassem compatíveis com a redução das alíquotas do Imposto de Importação efetuadas pela Resolução nº 16, de 17 de março de 2020, editada pelo Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior.’…

 

Novo processo vai desburocratizar importação de produtos vegetais e seus sub produtos em portos, aeroportos e fronteiras

É com certeza um grande avanço e uma grande inovação no Brasil tratando-se de comércio exterior! 

O site é PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR 

MINISTÉRIO DA ECONOMIA

A fiscalização das importações de produtos vegetais e de seus subprodutos já está sendo processada em um único sistema do governo federal: o Portal Único de Comércio Exterior. O sistema possibilita um controle mais seguro e mais ágil das importações.

Trata-se de um esforço articulado entre o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento e o Ministério da Economia, com o objetivo de reduzir a burocracia nos portos brasileiros, promovendo a facilitação do comércio internacional seguro.

Atualmente, os fiscais do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) para promover a fiscalização de uma importação de farinha de trigo, por exemplo, precisavam acessar três sistemas diferentes. O usuário igualmente precisava depositar as mesmas informações em diferentes bases de dados.

A partir de agora, toda a informação será processada no Portal Único de Comércio Exterior. As informações são checadas eletronicamente pelo Mapa e enquadradas em um nível de fiscalização (canal verde, amarelo ou vermelho). O Auditor Fiscal Federal Agropecuário adota as providências na medida do necessário.

A iniciativa permitirá que cargas de baixo risco ou aquelas onde o controle é apenas documental sejam liberadas em poucos minutos, otimizando o tempo das equipes de fiscalização que poderão intensificar as inspeções de produtos e insumos de maior risco bem como dos produtos perecíveis que precisam ser liberados mais rapidamente para manutenção da qualidade e conservação desses alimentos.

O novo processo também pretende facilitar a solicitação de autorizações de importação em um fluxo que consolida as ações realizadas nas Superintendências Federais de Agricultura em um único processo que será posteriormente utilizado pelo Vigiagro, facilitando o atendimento dos usuários que atualmente precisam abrir processos em até três diferentes sistemas do MAPA para a uma mesma operação de importação……..

COVID-19: Receita Federal amplia rol de produtos que terão despacho aduaneiro prioritário

Precisamos ficar em casa!

O coronavírus é perigoso e melhor prevenir que remediar!

#fiqueemcasa

MINISTÉRIO DA ECONOMIA

A Receita Federal ampliou o rol de produtos que terão seu despacho de importação realizado de maneira prioritária para auxiliar no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus. A Instrução Normativa RFB nº 1.929, publicada nesta sexta-feira (27/3) no Diário Oficial da União, prevê o despacho prioritário para produtos como a cloroquina e seus derivados, kits de teste para Covid-19 e sequenciadores automáticos de DNA, dentre outros.

Conforme previsto na Instrução Normativa RFB nº 1.927, publicada na semana passada, esses produtos terão maior celeridade no trâmite aduaneiro, sendo permitida a entrega da mercadoria ao importador antes da conclusão da conferência aduaneira. Além disso, as declarações de importação envolvendo essas mercadorias deverão ter tratamento prioritário, tanto pelas unidades da Receita Federal, quanto pelo depositário responsável por sua custódia.

A lista inicial publicada na semana passada abrangia 33 categorias de produtos destinados ao combate à Covid-19, e tratava de itens como álcool gel e equipamentos de proteção. Com as novas adições, o número de categorias passou para 91, e passou a incluir equipamentos como esterilizadores, equipamentos para intubação e oxigênio medicinal.

Com a nova norma, a Receita Federal busca manter um fluxo rápido de abastecimento de bens, mercadorias e matérias-primas destinadas ao combate da epidemia, e evitar gargalos nos recintos aduaneiros ao agilizar a entrega da carga e permitir sua utilização econômica para reforçar o combate ao vírus. A medida alinha-se com o plano de resposta à epidemia elaborado pelo Ministério da Saúde na Portaria nº 188, de 3 de fevereiro de 2020, que declara Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV) e também a Portaria nº 356, de 11 de março de 2020, que dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que estabelece as medidas para enfrentamento de tal emergência.

Covid-19: Governo proíbe entrada de estrangeiros nos portos do Brasil

No prazo de 30 dias.

https://g1.globo.com/globonews/jornal-globonews-edicao-das-18/video/governo-proibe-entrada-de-estrangeiros-nos-portos-do-brasil-8435041.ghtml

 

Mexico targeting the “very closed” Brazilian economy expects to negotiate a trade deal

O México está negociando com o Brasil a expansão da cooperação econômica e acredita que pode encontrar áreas de benefício mútuo, embora a economia brasileira esteja “muito fechada”, disse a ministra da Economia, Graciela Marquez, na sexta-feira.

A poderosa indústria automotiva do México há anos procura melhorar o acesso ao mercado de automóveis no Brasil, enquanto Brasília procura proteger a indústria local. Em março, os dois chegaram a um acordo para liberalizar o comércio de veículos leves.

Original: MERCOPRESS

“Mexico is negotiating with Brazil to expand economic cooperation and believes it can find areas of mutual benefit even though the Brazilian economy is “very closed,” Economy Minister Graciela Marquez said on Friday.

Mexico’s powerful automotive industry has for years been seeking to improve access to Brazil’s car market, while Brasilia has sought to protect local industry. In March, the two reached a deal to liberalize trade of light vehicles.”…

FELIZ DIA DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASIL !

Adicionar um título (1)

Brasil vai exportar gergelim para Índia

Que maravilha essa abertura de comércio para a Índia !

 

“O Brasil vai exportar gergelim para a Índia e passará a importar sementes de milho daquele país. O intercâmbio entre os dois países foi anunciado, nesta segunda-feira (27), pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, no Seminário Business Day Brasil-Índia, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), em Nova Delhi.

“Levo para o Brasil um ganho, que é abertura das exportações de gergelim do Brasil para a Índia  – grande produtor desta commodity. O Brasil vai poder contribuir suprindo a demanda de gergelim, o que é importante para uma nova cultura que o Brasil vem desenvolvendo”, afirmou a ministra.

Em compensação, o Brasil importará sementes de milho da Índia. “Estamos abrindo para a Índia as exportações de semente de milho, levando tecnologia indiana para o Brasil. Isso será muito importante para o começo da cooperação entre os nossos governos”, argumentou.”…

AGRICULTURA 

Page 1 of 193

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén