Categoria: Notícias diversas Page 1 of 194

China começa a fazer o maior teste do e-RMB (moeda digital chinesa)

A China começará a testar pagamentos em sua nova moeda digital nas quatro principais cidades a partir da próxima semana, segundo a mídia nacional chinesa.

Nos últimos meses, o banco central da China intensificou o desenvolvimento do e-RMB, que deve ser a primeira moeda digital operada por uma grande economia.

Segundo informações, o país iniciou testes em várias cidades, incluindo Shenzhen, Suzhou, Chengdu, além de uma nova área ao sul de Pequim, Xiong’an, e áreas que sediarão alguns dos eventos dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 em Pequim.

O jornal Daily China disse que foi formalmente adotado nos sistemas monetários das cidades, com alguns funcionários do governo e funcionários públicos a receberem seus salários na moeda digital a partir de maio.

Original em: THE GUARDIAN 

Decreto permite adoção de normas mais modernas no Brasil

Como no Brasil quase nada está atualizado, depois de passar desssa fase piloto, quero ver no que vai dar.

“O Ministério da Economia editou, nesta quinta-feira (6/2), decreto que regulamenta a atualização de normas técnicas e facilita o desenvolvimento de novos produtos e serviços no Brasil. Prevista na Lei de Liberdade Econômica, a chamada Internalização Normativa permite o desenvolvimento e comercialização de produtos e serviços nos casos em que normas técnicas brasileiras desatualizadas sejam obstáculo a essa inovação.

Decreto nº 10.229 de 5 de fevereiro de 2020, publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU), estabelece que órgãos públicos federais, estaduais, distritais e municipais responsáveis por revisar as normas terão  prazo de seis meses para atualizar essas normas. Caso não o façam, o cidadão está autorizado a produzir e consumir o produto ou serviço de acordo com as normas internacionais mais modernas.

Os interessados no uso da nova tecnologia deverão encaminhar aos órgãos responsáveis pela norma técnica o pedido de atualização, indicar a norma brasileira que está desatualizada e a norma que está sendo utilizada internacionalmente.

O decreto entra em vigor no próximo dia 6 de abril. Nesta fase piloto, poderão ser utilizadas como normas internacionais as originárias de cinco instituições:

    • International Organization for Standardization (ISO), que regulamenta produtos e serviços de amplas espécies, incluindo desde peças até a qualidade de prestação de serviços educacionais.
    •  International Electrotechnical Commission (IEC), que regulamenta tecnologias elétricas, eletrônicas e relacionais.
    • Comissão do Codex Alimentarius, que regulamenta os padrões técnicos para consumo de alimentos e avaliação de segurança.
    • União Internacional de Telecomunicações (ITU), que regulamenta os padrões técnicos de rádio e telecomunicação, incluindo telefones celulares, internet, antenas, entre outras.
    • Organização Internacional de Metrologia Legal (IOLM), que regulamenta desde balanças até instrumentos de medição de consumo, velocidade etc”. ……

Para ver a notícia completa acesse ECONOMIA

Governo aumenta para 2,40% previsão de crescimento do PIB para 2020

A economia em 2020 parece que está se aquecendo.

Quem concorda?

Esperamos sinceramente que seja melhor !

AGÊNCIA BRASIL

“O governo aumentou a previsão para o PIB – Produto Interno Bruto em 2020 de 2,32% para 2,40%. O PIB do ano passado também foi revisado, e deve crescer 1,12% em relação a 2018.

Na previsão anterior, o governo estimava um crescimento menor, de 0,9%. Os dados foram apresentados nesta terça-feira (14), pelo Ministério da Economia.

Já a inflação deve crescer, neste ano, 3,62% segundo o IPCA e 3,54% segundo o INPC. A projeção dos índices inflacionários teve um leve aumento em relação a última estimativa do ministério”…

Escalada de tensão entre China e EUA alimenta medo de uma desaceleração global

O temor instalou-se no mundo !

“Como você vai negociar com pulso firme com o seu banqueiro?”, perguntava-se em 2009 a então secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton. Esta frase, citada em um telegrama revelado pelo Wikileaks, resumia a complicada relação de Washington com a China, que controlava a dívida pública da maior potência mundial num valor de um trilhão de dólares. Uma década depois, o país asiático aumentou ligeiramente sua carteira de bônus norte-americanos. Mas isso não impediu que o hoje presidente Donald Trump usasse todas as armas contra seu grande competidor global, que além disso continua sendo seu maior banqueiro.

Neste conflito, a China lançou mão de uma nova arma nesta semana: a taxa de câmbio. Depois do anúncio de Trump sobre novas tarifas a partir de setembro — uma alíquota de 10% para produtos chineses num valor de 300 bilhões de dólares —, Pequim respondeu pondo fim ao que até então parecia um tabu: seu banco central deixou o dólar passar da barreira psicológica de sete yuans.

Com esta (moderada) desvalorização, a China despertou o temor de que o conflito comercial, que já se transformou em tecnológico, avance para uma guerra cambial. Os especialistas consultados duvidam que se chegue a tal ponto. A China até agora conteve a queda de sua moeda, que teria sido maior sem a intervenção governamental. O dólar, por sua vez, está supervalorizado, entre 6% e 12%, segundo um relatório do FMI de julho. O yuan pode ir perdendo valor pouco a pouco, mas os analistas não esperam um desabamento brusco, porque, entre outros motivos, causaria uma fuga de capitais que ninguém em Pequim deseja”…

EL PAÍS 

Brazil’s record on pesticides and weed killers could create problems for the Mercosur/EU trade agreement

Com certeza os agrotóxicos que usamos aqui são um grande problema para a exportação de alimentos para não só a União Europeia.

Eu aconselho a você Exportador de alimentos ter o maior cuidado com o tipo de pesticida que usa na sua lavoura se o seu objetivo é exportar ! Se quiser fidelizar clientes, etc.

Brazil’s agriculture minister on Tuesday defended a record number of pesticide and weedkiller approvals this year, saying the government was not “putting poison on anyone’s plate.”

The remarks by Tereza Cristina, who is close to the country’s powerful agribusiness industry, come as Brazil faces growing criticism over deforestation in the Amazon and its heavy use of toxic farming products.

Both issues could create problems for a free trade agreement between Mercosur trade bloc, that includes Brazil, and the European Union.

“We can’t terrorize Brazilian consumers or external consumers from more than 162 countries that import Brazilian products,” Cristina told journalists, claiming Brazil’s reputation was being “denigrated”.

”We have different cultures, different climates (to other countries), and Brazil does not use anything that can’t be used.“…

Para ler a notícia completa acesse MERCOPRESS 

 

Acordo Mersosul-UE deve entrar em vigor até início de 2021, prevê secretário de Comércio Exterior

É com certeza um dos grandes acordos comerciais mais esperados por nós nos últimos anos desde a criação do MERCOSUL.

“O secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Lucas Ferraz, afirmou nesta quarta-feira (24), no Rio de Janeiro, que o acordo do Mercosul com a União Europeia deve começar a vigorar de forma provisória no final do ano que vem ou começo de 2021.

O primeiro passo será o processo de redução das tarifas. Isso porque, segundo ele, a parte comercial do acordo tem estimativa de aprovação dentro de  um ano e meio. Ferraz avalia que, no que se refere ao Mercosul, o acordo não terá qualquer barreira para ser aprovado”…

Para ler a notícia completa acesse AGÊNCIA BRASIL 

EUA impõem novas sanções contra o Irã

A situação do Irã está piorando muito mesmo.  O que seria essa “conduta hostil”?

AGÊNCIA BRASIL 

“Nova rodada de sanções dos EUA tem como alvo autoridades de alto escalão do Irã, incluindo o líder do país. O presidente americano Donald Trump disse que o aiatolá Ali Khamenei é o responsável pelo que chamou de “conduta hostil” iraniana.

Trump disse que “sanções impostas por meio do decreto que estou prestes a assinar vão impedir que o supremo líder e seu gabinete, além de algumas pessoas próximas a ele e seu gabinete, tenham acesso a importantes recursos e apoio financeiro”.

O departamento do Tesouro dos EUA disse que o novo decreto vai congelar bilhões de dólares em ativos iranianos e pressionar ainda mais o país, que já enfrenta uma série de sanções americanas.”

ONU reconoce derecho de Puerto Rico a su independencia

La independencia de Puerto Rico es esencial ! Puerto Rico así cómo los demás países tienen  derecho de la autodeterminación ! La soberanía del país necesita ser respetada !

NODAL 

“El Comité de Descolonización de la ONU aprobó una resolución que reconoce el derecho de Puerto Rico a su independencia.

Además, la resolución pide a la Asamblea General de la ONU reabrir el debate acerca del caso puertorriqueño y exhorta a Estados Unidos a permitir que los puertorriqueños ejerzan su derecho de autodeterminación.

Tras escuchar varias ponencias de agrupaciones y organizaciones políticas de la Isla, que acusaron un profundizamiento de la condición colonial tras el establecimiento de la Junta Federal de Control Fiscal, el Comité de Descolonización aprobó la resolución con el respaldo de Cuba, Bolivia y Venezuela, entre otros países.

Es la trigésima octava ocasión que se aprueba la resolución para reconocer el derecho de Puerto Rico a su autodeterminación.

La jornada en el Comité de Descolonización comenzó, al igual que en 2017 y 2018, con las palabras del expreso político puertorriqueño Oscar López Rivera, tras las rejas en Estados Unidos durante décadas por abogar por la independencia de la Isla”…

 

EU extends economic sanctions against Russia over Ukraine until February 2020

Líderes da União Europeia concordaram na quinta-feira em prolongar as sanções econômicas contra a Rússia, por causa da turbulência na Ucrânia, até o final de janeiro de 2020, disse um porta-voz do bloco. A UE primeiro impôs sanções à Rússia depois que Moscou anexou a Criméia da Ucrânia em março de 2014 e apoiou rebeldes que combatiam as tropas de Kiev no leste do país. Esse conflito, que matou 13.000 pessoas, ainda está fervendo!

As sanções da Rússia foram unanimemente prorrogadas por mais seis meses por causa da falta de implementação dos Acordos de Minsk“, disse o porta-voz, Preben Aamann, referindo-se a um acordo de paz para o leste da Ucrânia.

MERCOPRESS

“European Union leaders agreed on Thursday to prolong economic sanctions against Russia over the turmoil in Ukraine until the end of January 2020, a spokesman for the bloc said. The EU first slapped sanctions on Russia after Moscow annexed Crimea from Ukraine in March 2014 and supported rebels fighting Kiev troops in the east of the country. That conflict, which killed 13,000 people, is still simmering.

“Russia sanctions unanimously extended for another six months because of a lack of Minsk Agreements implementation,” said the spokesman, Mr Preben Aamann, referring to a stalled peace accord for east Ukraine.

The downing in east Ukraine in July 2014 of a Malaysia Airlines passenger plane led to a toughening of the EU’s response to the crisis. All 298 people aboard, many of them Dutch, perished.

A Dutch-led international investigative team on Wednesday said three Russians and a Ukrainian will face murder charges for bringing down the MH17 flight.

EU leaders also gave their “full support for all efforts to establish truth, justice and accountability for the victims and their next of kin”.

Their joint statement called on Russia to “cooperate fully with the ongoing investigation”.

The EU’s economic sanctions against Moscow over Ukraine include curbs on Russian energy, defense and financial sectors, and are currently in place until the end of July. The formal rollover will take place in the coming days”…

Trump diz que chegou a acordo migratório e suspende tarifas sobre o México

Foi por pouco !

“EUA começariam a aplicar taxas sobre importações mexicanas a partir de segunda-feira. Representantes mexicanos tentaram, durante a semana, convencer a Casa Branca a desistir da ideia.

G1 O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, anunciou nesta sexta-feira (7) que chegou a um acordo com o México e, assim, suspendeu a aplicação de taxas a produtos importados mexicanos programada para começar na segunda-feira.

As taxas, que aumentariam mês a mês até um patamar máximo de 25%, faziam parte de uma estratégia de Trump para forçar o México a tomar medidas contra o fluxo de imigrantes ilegais rumo aos EUA. As detenções de imigrantes na fronteira entre os dois países atingiram em maio maior nível em uma década”…

Para ler a notícia completa acesse G1 

Page 1 of 194

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén