Categoria: Organização das Nações Unidas/ United Nations Page 1 of 8

Dica de filme para o feriado: Sergio (NETFLIX)

Especialmente para nós, internacionalistas de plantão!

O filme em homenagem ao nosso querido Diploma Sergio de Mello.

Um filme inspirador também para quem gosta da carreira na ONU.

Imperdível!

UN Guterres rates coronavirus pandemic the worst global crisis since WWII

A pandemia de coronavírus é a pior crise global desde a Segunda Guerra Mundial, afirmou o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, nesta terça-feira, expressando preocupação de que possa desencadear conflitos em todo o mundo.

Guterres disse que a escala da crise se deve a “uma doença que representa uma ameaça para todos no mundo e … um impacto econômico que trará uma recessão que provavelmente não tem paralelo no passado recente”.

“A combinação dos dois fatos e o risco de contribuir para maior instabilidade, agitação e conflito aprimorados são coisas que nos fazem acreditar que esta é a crise mais desafiadora que enfrentamos desde a Segunda Guerra Mundial”, disse ele a repórteres.

E no Brasil tem gente que ainda acredita que as pessoas precisam trabalhar. Trata-se de um inimigo invisível que alterou o mundo inteiro. Desde a Segunda Guerra Mundial ninguém viveu nada parecido. 

MERCOPRESS

“The coronavirus pandemic is the worst global crisis since World War II, UN Secretary-General Antonio Guterres said on Tuesday, expressing concern that it could trigger conflicts around the world.

Guterres said that the scale of the crisis was due to “a disease that represents a threat to everybody in the world and … an economic impact that will bring a recession that probably has no parallel in the recent past.”

“The combination of the two facts and the risk that it contributes to enhanced instability, enhanced unrest, and enhanced conflict are things that make us believe that this is the most challenging crisis we have faced since the Second World War,” he told reporters.”……

A impressionante entrada em massa de 600 imigrantes em território europeu

A situação está fora de controle há tempos. Os países europeus não tem como mais cuidar desses imigrantes. Muitos não têm como garantir o mínimo. O que fazer? Precisam ajudar !

Mais de 600 imigrantes saltaram em grupo a enorme cerca que marca a fronteira entre a cidade de Ceuta (território espanhol na África) e Marrocos. A Cruz Vermelha atendeu 132 pessoas feridas. De acordo com fontes policiais, trata-se de uma das entradas mais numerosas dos últimos anos.

O grupo de imigrantes que conseguiu pular a cerca esperam reunidos para ser atendidos no Centro de Atendimento de Estrangeiros.

Para ver a notícia completa acesse EL PAÍS

Dia Mundial do Refugiado

São tantos pelo mundo afora, precisamos sempre ter consciência do estado deles, fazer sempre alguma coisa por eles, dar trabalho, dar emprego. Dar condições deles poderem ter uma vida digna.

 

Mulheres e crianças aguardam ajuda em Cox's Bazar, Bangladesh, onde 1 milhão de refugiados rohingya vivem atualmente. Foto: OIM/Olivia Headon

Mulheres e crianças aguardam ajuda em Cox’s Bazar, Bangladesh, onde 1 milhão de refugiados rohingya vivem atualmente. Foto: OIM/Olivia Headon

 

Com mais de 68 milhões de pessoas no mundo todo deslocadas devido a conflitos e perseguições — quase o equivalente à população da Tailândia — o chefe das Nações Unidas pediu unidade e solidariedade como um primeiro passo para apoiá-las.

O apelo do secretário-geral da ONU, António Guterres, foi feito em mensagem de vídeo para o Dia Mundial do Refugiado, lembrado anualmente em 20 de junho.

Na mensagem, ele disse que uma pessoa se deslocou a cada dois segundos durante 2017.

“No Dia Mundial do Refugiado, todos nós precisamos pensar no que podemos fazer para ajudar”, disse. A resposta “começa com unidade e solidariedade”, acrescentou.

Guterres também manifestou profunda preocupação com o aumento do número de refugiados que não estão recebendo a proteção à qual têm direito. Ele lembrou que comunidades ou países que fornecem um porto seguro para aqueles que fogem de guerras e perseguições precisam ser apoiados.

Ainda este ano, um Pacto Global para Refugiados será apresentado à comunidade internacional durante reunião na sede da ONU, em Nova Iorque….  NAÇÕES UNIDAS 

Com o poema do poeta angolano residente em Curitiba, Moisés Tiago António

ONU pede um mês de pausa humanitária na Síria para atender população

The United Nations on Tuesday called for a humanitarian break of at least a month in the armed conflict in Syria. The aim is to serve thousands of Syrians in fenced or hard-to-reach areas and to remove wounded and sick. The information is from the EFE Agency.

A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu nessa terça-feira (6) uma pausa humanitária de pelo menos um mês no conflito armado na Síria. O objetivo é atender a milhares de sírios em áreas cercadas ou de difícil acesso e retirar feridos e doentes. A informação é da Agência EFE.

O residente da ONU na Síria e coordenador humanitário, Ali al Zatari, e outros representantes das Nações Unidas em Damasco fizeram o apelo diante de uma situação que consideram “extrema” em várias partes do país, onde as agências humanitárias não têm acesso ou é muito perigoso entrar devido aos explosivos.

A ONU pede a “cessação imediata das hostilidades durante pelo menos um mês em toda a Síria para entregar ajuda humanitária, prestar serviços, retirar os doentes graves e feridos e aliviar o sofrimento dos sírios”, declarou em entrevista o porta-voz do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários, Jens Laerke.

A ONU considera a situação especialmente problemática em Afrin, onde a Turquia lançou uma intervenção militar para acabar com a milícia curda que domina esse enclave sírio do extremo noroeste do país, as Unidades de Proteção do Povo (YPG)… (EBC)

Cuba: la Asamblea General de la ONU vota por 26ª vez la resolución contra el bloqueo de EEUU

 

É com certeza o maior GENOCÍDIO da História Mundial

La mayor de las Antillas presentará hoy una vez más, ante la Asamblea General de las Naciones Unidas, el proyecto de resolución titulado Necesidad de poner fin al bloqueo económico, comercial y financiero impuesto por el Gobierno de los Estados Unidos contra Cuba.

Bruno Rodríguez Parrilla, ministro cubano de Relaciones Exteriores, intervendrá en el 72 período de sesiones del organismo internacional, con sede en la ciudad de Nueva York, para exponer detalles sobre los daños al país por el mantenimiento de ese cerco desde 1962, considerado el genocidio más largo de la historia.

Durante ese tiempo hasta la actualidad, las afectaciones ascienden a 822 mil 280 millones de dólares, pero a precios corrientes suman 130 mil 178,6 millones de dólares si se tiene en cuenta la depreciación del dólar frente al valor del oro en el mercado internacional.

Solo de abril de 2016 a junio de 2017 las pérdidas llegaron a cuatro mil 305,4 millones de dólares, de acuerdo con el citado texto, dado a conocer en La Habana hace pocos días… (NODAL)

Brasil quer se integrar a ações de cooperação da Unido para o desenvolvimento da indústria nacional

Seria muito interessante se o Brasil participasse da Unido

Brasília (31 de julho) – Durante a segunda Reunião de Ministros de Indústrias dos BRICs, realizada na cidade de Hangzhou, na China, na última sexta-feira (28), o Brasil reafirmou o interesse em se integrar às ações lideradas pela Unido (que em português é: Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial) – braço da ONU voltado para o desenvolvimento industrial, focado na redução da pobreza, na globalização inclusiva, e na sustentabilidade ambiental.

No evento, o secretário de Desenvolvimento e Competitividade Industrial, Igor Calvet, representou o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), e reafirmou ao diretor-geral da Unido, Li Yong, que o Brasil tem interesse em  iniciar tratativas para fazer parte do “Programme for Country Partnership”, iniciativa da Agência, ainda sem tradução para o português, que tem sido desenvolvida no Peru.

Desde 2015, a Unido e o governo peruano vêm trabalhando, por meio de cooperação técnica, para incentivar o desenvolvimento de uma indústria mais moderna, competitiva e inclusiva. O PCP, como é chamado o programa, busca gerar investimentos, promover suporte técnico e mobilizar fundos de investimento para o desenvolvimento industrial dos países parceiros. No Peru, a iniciativa é focada em quatro áreas: qualidade e inovação; cadeias de valor e desenvolvimento empreendedor; áreas industriais sustentáveis; e energia renovável e eficiência energética… (MDIC)

ONU abre inscrições para selecionar jovens profissionais

Excelente oportunidade de trabalho para quem deseja ter experiência profissional na ONU

O Programa Jovens Profissionais (YPP, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas está com as inscrições abertas para a temporada 2017. Os selecionados receberão um convite para trabalhar na ONU nas áreas contempladas pelo YPP.  A informação é da ONU News.

O projeto tem dois objetivos: 1) trazer para as Nações Unidas novos talentos que tenham nascido em países com pouca representação profissional dentro da organização; e 2) reconhecer o talento de funcionários da ONU que buscam promoção de categoria.

Este ano, o concurso envolve três setores de trabalho: 1) Política, Paz e Setor Humanitário, para as áreas de direitos humanos, assuntos civis, políticos e humanitários, direito e segurança; 2) Administração e Gerência, para quem tem experiência em administração, auditoria, finanças, recursos humanos e ética; e 3) Informação Pública e Conferências, para quem é das áreas de conferências, documentação, informação, línguas e protocolo.

São vários os critérios para a candidatura. Entre eles,  ser cidadão de um dos países-membros da ONU que participam do Programa Jovens Profissionais 2017. Angola, Brasil, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor-Leste são nações incluídas na lista. É preciso também ter 32 anos ou menos, diploma de bacharel na área escolhida, e ser fluente em inglês ou francês. .. (EBC)

Reino Unido deixará mercado único da UE e vai controlar entrada de imigrantes

Muitas mudanças a caminho ! Mas só a título de curiosidade para nós brasileiros, segundo os parceiros ingleses, porque o Brasil não tem um único acordo comercial ativo com o Reino Unido e muito menos com a União Europeia.

A primeira-ministra britânica Theresa May fez um discurso na manhã de hoje (17), em Londres, para anunciar como deverá ser a saída do Reino Unido da União Europeia. No discurso, May confirmou que o Reino Unido deixará o mercado único, mas afirmou que está confiante em um possível acordo de comércio com a Europa.

Imigrantes

Em relação ao livre trânsito de pessoas dentro do bloco, May foi clara ao dizer que o Reino Unido passará a controlar o número de migrantes provenientes da União Europeia, mas afirmou que reconhece a importância dos imigrantes e que “os melhores [serão bem-vindos] para estudar e trabalhar no Reino Unido”. Ela afirmou ainda que a imigração terá de servir aos interesses britânicos… (AGÊNCIA BRASIL)

El agronegocio generó casi el 70% de la deforestación en América Latina, según la FAO

O Agronegócio gerou quase 70% da desflorestação na América Latina, segundo a FAO (Fundo das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação).

Os países precisam unir forças para preservar o meio ambiente, precisam investir na agricultura familiar, alimentação orgânica.

Aunque la tasa de deforestación en 2015 se ha reducido en casi 50% comparada con la registrada en 1990, los niveles de deforestación siguen siendo altos en América Latina, particularmente en la región amazónica, debido al crecimiento de la producción de agronegocios para los mercados internacionales. La información se desprende del reciente informe sobre el estado de los bosques del mundo 2016, elaborado por el Fondo de las Naciones Unidad para la Agricultura y la Alimentación, FAO.

Según el informe, la agricultura comercial generó casi el 70 por ciento de la deforestación en América Latina entre el periodo 2000-2010, pero solo un tercio en África, donde la agricultura a pequeña escala constituye un factor más significativo de la deforestación.

En la Amazonia en particular, la producción de agronegocios para los mercados internacionales fue el principal factor de deforestación posterior a 1990, producto de prácticas como el pastoreo extensivo, el cultivo de soja y las plantaciones de palma aceitera… (NODAL)

Page 1 of 8

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén