Países afetados por zika devem garantir acesso a contracepção e legalizar aborto, diz oficial da ONU

É hora de rever a legalização do aborto no Brasil.

O zika vírus ainda causa outras doenças.

O Alto Comissário de Direitos Humanos da ONU, Zeid Ra’ad Al Hussein, declarou nesta sexta-feira (05/02) que países que sofrem com o surto do vírus zika devem assegurar os direitos reprodutivos das mulheres, oferecendo aconselhamento, acesso a contracepção e permitindo a interrupção da gravidez.

“O conselho de alguns governos para que as mulheres adiem a gravidez ignora a realidade de que muitas mulheres e meninas simplesmente não podem exercer o controle sobre se e como ou sob que circunstancias elas vão engravidar, especialmente em um contexto em que a violência sexual é tão comum”, declarou Hussein em comunicado… (OPERA MUNDI)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *