Ásia é o mercado com maior potencial para expandir exportações do agro brasileiro

Tem que haver abertura comercial na Ásia mas não pode perder clientes no Ocidente em potencial

O agronegócio brasileiro vai continuar, nos próximos anos, com a responsabilidade de sustentar os superávits comerciais brasileiros, pautado na exportação de commodities para mais de 200 países. No entanto, o governo precisará se preocupar cada vez mais com o mercado internacional, porque existe risco grande de redução de exportação dos produtos brasileiros no Ocidente. A saída estará na Ásia, que detém 61% do mercado mundial, com destaque para China, Índia, Indonésia, Japão e Coréia do Sul, que já se consolidam como grandes consumidores do futuro. O Brasil precisa se inserir ainda mais, urgentemente, nesses mercados mais dinâmicos.

Esse foi o principal recado passado por dois dos melhores especialistas brasileiros em questões globais do agronegócio: Marcos Sawaya Jank, consultor da Agência para o Programa de Acesso a Mercados do Agronegócio e Alimentos (PAM-Agro); e Augusto Castro, gerente executivo da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Ambos participaram de uma videoconferência com a diretoria da Embrapa no último dia 19 de julho, com transmissão para todas as unidades descentralizadas, e falaram sobre como agregar valor à parceria comercial com os países asiáticos. Destacaram a importância da presença naquele mercado, onde a Embrapa tem papel estratégico, e a busca por melhoria na qualidade dos produtos exportados… (AGRICULTURA)

Brasil e Ucrânia estreitam relações comerciais

Novas oportunidades de negócios para os exportadores brasileiros de carne suína e material genético avícola e de sêmen !

O Comitê Consultivo Agrícola (CCA), estabelecido entre Brasil e Ucrânia, se reuniu pela primeira vez nesta quarta-feira (23), na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília. Além de temas de interesse mútuo no setor agropecuário, como pesquisa, inovação e biocombustíveis, o objetivo da reunião foi estreitar as relações comerciais dos países sobre exportação de material genético avícola e de sêmen bovino do Brasil para a Ucrânia e o retorno das vendas brasileiras de carne suína àquele mercado. Os ucranianos, por sua vez, pretendem aumentar o comércio de óleo vegetais, cereais e bebidas para o Brasil.

“Essa reunião é importante para que o intercâmbio comercial entre os dois países volte a aumentar. Atualmente, temos a possibilidade da retomada das exportações de carne suína para Ucrânia. Toda a documentação já está com os ucranianos e aguardaremos a posição deles”, disse Odilson Luiz Ribeiro e Silva, secretário interino de Relações Internacionais do Agronegócio e diretor do Departamento de Negociações Sanitárias e Fitossanitárias do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Missão chinesa visita áreas de plantio de melão no Nordeste

Novos negócios a caminho ! Exportação de melão para a China !

Especialistas do órgão de defesa agropecuária da China – a Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ) – estão no Brasil para conhecer o sistema de cultivo e os controles fitossanitários do plantio de melão. O objetivo da missão, que está sendo conduzida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), é liberar as exportações do produto ao país asiático.

O grupo está visitando áreas de produção de melão nos municípios de Mossoró (RN) e Icapuí (CE) para conversar com produtores e autoridades fitossanitárias dos dois estados. Participam da missão, de 25 a 28 deste mês, dois especialistas da AQSIQ e fiscais federais agropecuários do Departamento de Sanidade Vegetal do Mapa e das superintendências estaduais.

A visita é uma das etapas necessárias para viabilizar um acordo sanitário bilateral e, por consequência, liberar a exportação do melão brasileiro. As negociações tiveram início em 2013, quando o Brasil enviou de um relatório técnico à autoridade chinesa manifestando interesse em vender o produto… (AGRICULTURA)

Mapa retoma negociação para conquista de novos mercados

Bom dia Seguidores, 

Precisamos abrir novos mercados para nossos produtos ! Boa viagem Ministra !

A ministra da Agricultura, Abastecimento e Pecuária, Kátia Abreu, participa na próxima semana do IV Fórum Empresarial Países Sul-Americanos e Árabes, em Riade, na Arábia Saudita. Nessa viagem à Ásia, a ministra visitará também a China, onde retoma as negociações para a abertura de novas plantas frigoríficas para a exportação de carne bovina. A viagem de duas semanas prevê tratativas para abertura de mercado com a Arábia Saudita, Emirados Árabes, Índia e China.

O IV Fórum Empresarial Países Sul-Americanos e Árabes ocorrerá nos dias 8 e 9 de novembro, em Riade. Esses dois dias de reuniões antecedem a Cúpula América do Sul-Países Árabes (Aspa), nos dias 10 e 11 do próximo mês. Durante o fórum, serão apresentados painéis para a troca de informações comerciais e oportunidade de investimento entre países árabes e sul-americanos.

A segunda etapa da viagem incluiu Emirados Árabes Unidos, onde a ministra deve se encontrar com autoridades e empresários do setor agrícola, na capital Abu Dhabi. (AGRICULTURA)

Problemas frequentes nos produtos do agronegócio brasileiro

Boa tarde Seguidores,

Resolvi escrever esse post para chamar a atenção dos exportadores do agronegócio do Brasil. Desde a criação desse blog no ano de 2012 tenho visto inúmeras notícias de embarques com problemas sanitários, uso excessivo de produtos condenados internacionalmente, agrotóxicos em excesso, etc. 

A carne de boi, de porco, e de frango são embargadas constantemente pelos países importadores por encontrarem problemas diversos: proliferação de bactérias, uso de substância cancerígena, uso de hormônios, etc.

Não posso parar para pensar na qualidade desses produtos que circula no mercado interno brasileiro.

Recentemente, carregamento de grãos foi importado pela Rússia com ervas daninhas !!! 

Aumente a fiscalização caso queiram continuar com esses mercados, caso desejem abrir novos mercados.

Invistam em produtos de alta qualidade, visando o bem-estar do consumidor final, brasileiro ou estrangeiro.

Use produtos aprovados e aceitados internacionalmente.

Diminuam o uso do agrotóxico, pois o Brasil está na contramão do mundo.

Evitem usar substâncias cancerígenas nas carnes !!!!

É hora de pensar no consumidor brasileiro e estrangeiro, no alimento saudável, no respeito ao meio ambiente.

#acordaBrasil

#alimentosorgânicos

#atitudeorgânica 

Rússia encontra ervas daninhas em lotes brasileiros de grãos

Boa tarde Seguidores,

Atenção exportadores brasileiros de grãos ! Ervas daninhas podem causar grande impacto ambiental em outro país. O controle tem que ser rigoroso no Brasil !!!!

O Rosselkhoznadzor (Serviço Fitossanitário da Rússia) da região do enclave russo de Kaliningrado anunciou que dois lotes de grãos recebidos do Brasil estão contaminados com flores do gênero Ipomea e com a espécieBidens pilosa, também conhecida como “picão preto”. Os lotes totalizam 37 mil toneladas… (GAZETA RUSSA)

Brasil já pode exportar sêmen e embriões bovinos para a República Dominicana

logo_header-3

Excelente notícia !

@AnaPaulaPaixãoMartins

O Brasil abriu mais um mercado para a exportação de sêmen e embriões bovinos. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) assinou memorando de entendimento com o Ministério da Agricultura da República Dominicana para exportar esses materiais genéticos.

“Por meio do acordo, o Mapa se compromete a assegurar as garantias sanitárias e a cumprir os requisitos estabelecidos para exportação de sêmen e embriões de bovinos à República Dominicana”, diz a diretora substituta do Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Mapa, Valéria Burmeister Martins. (MAPA)

Mapa participa de oficina com franceses sobre indicação geográfica

logo_header-3

O Brasil pode aumentar e muito em números a lista de produtos com indicação geográfica. Minas Gerais na frente com queijos e cachaça ! 

@anapaulapmartins

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) participou, nesta segunda-feira (14), da abertura da oficina para troca de experiência com a França sobre registro e controle de indicação geográfica, no Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em Brasília. Durante o encontro, que   vai até sexta-feira (18), serão apresentados o sistema francês de selos de qualidade e o processo de registro de indicação geográfica naquele país, além dos papéis institucionais dos organismos envolvidos e como funcionam os mecanismos de controle. O envolvimento do Mapa no evento faz parte de sua estratégia de ampliação do apoio à busca da indicação geográfica em diferentes regiões brasileiras. 

“A indicação geográfica é importante para o desenvolvimento agropecuário. A ministra Kátia Abreu já nos encomendou uma proposta de indicação geográfica para a Amazônia”, disse o diretor do Departamento de Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Rural da Secretaria do Produtor Rural e Cooperativismo do Mapa, Arno Junior, na abertura do evento. Continuar lendo “Mapa participa de oficina com franceses sobre indicação geográfica”

Mapa recebe demandas do setor de carne bovina para exportar para China, Rússia e EUA

logo_header-3

Bom dia Seguidores,

Boas notícias vindas do Ministério da Agricultura para o agronegócio brasileiro !

@AnaPaulaPaixãoMartins

A secretária de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tatiana Palermo, acompanhada da equipe técnica do ministério, reuniu-se nesta sexta-feira (24) com o presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), Péricles Salazar, e representantes das empresas associadas, para estreitar a parceria com o setor privado, buscando a abertura de mercados, habilitação de novos estabelecimentos e ampliação das exportações.

Na abertura da reunião, a secretária destacou o trabalho que o ministério vem realizando para desburocratizar os processos. “No primeiro semestre deste ano, trabalhamos para modernizar a gestão do Mapa. Conseguimos consolidar um sistema eletrônico no qual os processos tramitam sem papel”.

Em seguida, ela fez um balanço sobre negociações concluídas no primeiro semestre deste ano para a abertura de mercados. “O setor de carnes foi um dos principais beneficiados com essa abertura, com destaque para o mercado russo”, disse.

A Rússia se tornou o principal destino das exportações brasileiras de carne bovina. No primeiro semestre deste ano, o Brasil consolidou uma posição de liderança no comércio russo de carnes, sendo responsável por 57% das compras de carne bovina. Nas demais carnes, o percentual é de 82%, para a carne suína, e 34%, para a carne de aves. Continuar lendo “Mapa recebe demandas do setor de carne bovina para exportar para China, Rússia e EUA”

Produtores de carne brasileiros defendem parceria estratégica entre os Brics

Logo_Ana

Muitas parcerias estratégias poderão surgir entre os Brics !

@AnaPaulaPaixãoMartins

De acordo com o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, os produtores de carne brasileiros esperam que os países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) evoluam dos atuais fornecimentos comerciais para a formação de relações de parceria estratégica e criação de empreendimentos conjuntos no setor agropecuário. Continuar lendo “Produtores de carne brasileiros defendem parceria estratégica entre os Brics”