França substitui estado de emergência por lei antiterror

Leis muito duras mas a maioria da população francesa aprova

As novas regras tornam permanentes várias das medidas incluídas no estado de emergência, prorrogado seis vezes nos últimos dois anos. Elas dão poderes excepcionais às autoridades, como os de fazer buscas em residências e fechar locais religiosos.

A nova lei provocou semanas de intenso debate entre os parlamentares franceses. A Assembleia Nacional, câmara baixa do parlamento, aprovou a matéria com maioria esmagadora, recebendo o aval do Senado dias depois, com 244 votos contra 22.

De acordo com as novas regras, autoridades poderão, por exemplo, fechar locais de culto que promovam ideias radicais e restringir fortemente a liberdade de circulação de supostos jihadistas… (OPERA MUNDI)