UE diz que excesso de produção da China prejudica economia mundial

Essa produção trouxe prejuízos altos para as indústrias brasileiras do setor. Mas a China também produz com preços inferiores milhares de outros produtos que são exportados para o resto do mundo todo. O resultado disso: desindustrialização, principalmente em países da América Latina. O que fazer?

O excesso de produção das indústrias pesadas na China tem “profundas” consequências na economia mundial, com a produção de aço “completamente” descoordenada da demanda do mercado. De acordo com a Câmara do Comércio da União Europeia, a indústria siderúrgica do país asiático produz mais do que os outros quatro gigantes do setor – Japão, Índia, Estados Unidos e Rússia – juntos.

Em comunicado, a Câmara alerta que mais de 60% da produção de alumínio na China apresenta resultados financeiros negativos e que, em apenas dois anos, a produção de cimento no país foi igual à quantidade total produzida pelos Estados Unidos durante todo o século 20… (AGÊNCIA BRASIL)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *